27/06/18

Custos com alimentos não seguros, chegam a 110$bilhões por ano em países de média e baixa renda.

Os custos do impacto de alimentos não seguros em economias de renda baixa e média está na faixa de $110 bilhões em perda de produtividade e despesas médicas a cada ano, de acordo com o Banco Mundial.

Um estudo, apoiado pela United States Food and Drug Administration, identificou que alguns custos poderiam ser evitados através de procedimentos, geralmente de baixo custo, e alterações na infraestrutura em vários pontos ao longo da cadeia de alimentos.

A perda de produtividade associada à doenças originadas de alimentos em países de baixa e média renda (LMICs) está estimada em $95.2 bilhões por ano e o custo anual para o tratamento dessas doenças sai por volta de $15 bilhões.

Outros custos incluindo o comércio de fazendas e empresas, perdas de receitas, repercussões na saúde e o fardo ambiental do desperdício de alimentos são os mais difíceis de quantificar.

A China contabiliza mais de $30 bilhões do total de doenças originadas de alimentos em países subdesenvolvidos, a Índia em $15 bilhões, sendo um dos 2 países responsáveis por 49% do fardo econômico de doenças originadas por alimentos e 71% do total na Ásia.

Leia a matéria na íntegra, em inglês, no link abaixo.

Fonte: Food Safety News

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *